Let's Chat! Text Claur on:
What's App - Facebook Messenger

Bianca
Brandolini

We went to Paris, Bianca Brandolini’s natural habitat, to get a closer look on her way of life.

@biancabrandolini

Bianca Brandolini creates her own fashion and her trademark tendency is always being comfortable in her own skin. Therefore, do not except her to grace you with easy smiles and all those other seemingly polite gestures – everything she does is authentic and not a mere reproduction of etiquette. Bianca is one of those few women who did not have to become one, but chose to. Being her own person – aware of her desires – is one of the things that make the Italian-Brazilian model a curios person, one that is open to new experiences, especially in the fashion world, where she lives by
her mantra, “Never say never”.

“I don’t plan my look ahead, I just think about the places I want to go to and what I feel like wearing. Oh, and I always keep in mind my rule to never be overdressed”.

From her wardrobe to her everyday life, Bianca is always very flexible when it comes to exercise. “I try to work out every day, preferably, practicing a different sport every morning. On day it’s Pilates, the next one boxing, than barre and finally, of course, good old fashion working out at the gym”, she says, finishing up her list quite enthusiastically with her latest “discovery”: surfing classes, “which is extra practical, since I spend a lot of my time at Rio de Janeiro”, she adds. On a serious note, the muse, whose mother is from Brazil and whose father is Italian, has been strengthening her ties to her mom’s motherland. She has learned effortlessly to love the sun and our people’s joy and she has already succumbed to local temptations such as coxinha and coconut water – her biggest obsessions when she is over here.

Despite her fondness and affinity with Rio and Brazil, Bianca’s hometown is still Paris. “It’s where I grew up, so it is home”, she justifies – and when the conversation turns to the City of Lights, the beauty does not waste any time and sharing with us some of her favorite hotspots in the French capital city.

“Since is really close to where I live, I always try and go to the Café the Flore, but lately I have been going more often to friends’ houses, in spite of enjoying going out and discovering new places. Actually, just recently, I have been to the La Belle Époque, a really cool restaurant. For business meetings, my favorite places are The Bristol or the Park Hyatt”.

It is very likely then, that these two places saw Bianca showing up quite regularly lately, judging by the constant collaboration of the model and several designers, stylists and handpicked labels. The muse has worked hard and often on jobs that entail visibility. Truth be told, “being seen” is not the model’s end game. Her personal goals involver her self-satisfaction and the strengthening of relationships that could develop into solid and fruitful partnerships.

Despite trying out her hand in other areas and different positions, this young woman is still a model, even if she does not intent to focus her career on the runway over the next years. “I rather study projects that interest me”, she states, not sticking to labels or making promises. The freedom she applies to her speech is a mere reflex of Bianca’s everyday ideas and attitudes, which sometimes can be misinterpreted. People attributed to her the idea that having kids before you get married is the modern way to do it. Her real opinion, however, is quite far from it. “I don’t think having kids before getting married is modern, neither do I think you have to get married to have kids – which is different”, she clarifies.

However, before people claims she’s laying the groundwork for motherhood, she states: “Personally, I will know exactly when I am ready to become a mother”. Life, which so far is a single adventure for Bianca, assures her great autonomy when it comes to deciding and planning her well balanced days – even though sometimes they tilt towards work and sometimes, towards fun, like meeting her friends or going to the movies – one of the model’s favorite laidback activities. “I watch movies to be entertained and to be transported to a completely different world. This is the reason why I love classics like ‘Bus Stop’, ‘E.T.’ and ‘Edward Scissorhands’”, she says.

If Johnny Depp’s eccentric onscreen character came to Bianca’s life, he would probably be Rémy Faure, her hair stylist, a color expert and part of the sharp David Mallet Studio team. With the expert’s touch, Bianca has established a sort of ritual in order to keep her flawless hair. “I try to always apply the Kératase Bain Stain and I save one of David Mallet’s oil for the tips – I double the dosage when I sun bathe”, she confesses. Her daily hair care is only a small part of a quite rigid routine, which she created in order and to keep her 1.77-m body in shape.

“There are some essential things throughout my day, like a glass of hot water and fresh lemon juice with grapefruit seeds extract. I take it every morning, unfailingly. An enhanced breakfast and some kind of physical exercise complete the list”.

However, since she is a fashion icon, she obviously has her favorite things in fashion as well. It does not take Bianca too long to come up with a quick list of the favorite items in her wardrobe. The Balmain Couture coat, designed by stylist Oscar de La Renta, shares the top spot with the golden bracelet adorned by a four-leaf clover. The jewelry she wears on her wrist, however, has a much bigger sentimental value, as it was a gift from her grandmother, who gave it to her in 1995.

Her proximity and admiration of the women in her family stablished those who were to be Bianca’s first role models. They were also the ones who introduced her to the world of haute couture and to the fashion industry. Her everyday life ground rules derive from her childhood memories and from advices, she got growing up – and the model is extremely thankful to all of them.

Nonetheless, since she believes sharing is a duty, the Italian-French beauty gives us three fundamental tips: always have a full-length mirror in front of you; less is more, especially when it comes to hair and makeup and, make an effort when dressing, but try to not overdress.

It is easy to see that Bianca’s style (and her life) are not about overdoing it. However, there is always an exception, and she admits to overindulging herself. After all, doing exactly what you want is never too much.

Bianca Brandolini

PH: @tyszka_marcin

Interview for the cover of Lifestyle Mag, the former name of Claur Magazine

Nós fomos a Paris, o habitat natural de Bianca Brandolini, para ver mais de perto seu jeito de viver a vida e conhecer a personalidade original e autêntica da modelo ítalo-brasileira.

@biancabrandolini

Bianca Brandolini criar sua própria moda e a tendência de sua marca sempre foi confortável. No entanto, não espere que ela vai ser toda de sorrisos fáceis e todos esses gestos que parecem educados – tudo o que ela faz é autêntico e não só uma reprodução de etiqueta. Bianca é uma dessas poucas mulheres que não teve que ser assim, mas escolheu ser. Ser sua própria pessoa – consciente de seus desejos – é uma das coisas que faz a modelo itálo-brasileira uma pessoa curiosa, uma que está aberta a novas experiências, especialmente no mundo da moda, onde ela vive por seu mantra, “nunca diga nunca”.

“Eu não planejo olhar adiante, eu apenas penso sobre os lugares que quero ir e o que estou afim de vestir. Ah, e eu sempre tenho em mente a regra de nunca estar exageradamente vestida”

De seu guarda-roupa à sua rotina de vida, Bianca é sempre muito flexível quando se trata de exercício. “Eu tento malhar todos os dias, preferencialmente, praticando diferentes esportes toda manhã. Em um dia é Pilates, no outro é Boxe, depois barras e finalmente, é claro, o bom e velho exercício na academia.”, ela diz, terminando sua lista animada com sua última “descoberta”: aulas de surfe, “que é muito prático, já que passo bastante tempo no Rio de Janeiro”, ela completa. A musa, que tem a mãe brasileira e pai italiano, tem fortalecido seus laços com a terra natal de sua mãe. Ela aprendeu a amar o sol e a alegria de nosso povo e já se rendeu a tentações locais, como coxinha e água de coco – seus maiores vícios quando está por aqui.

Apesar de adorar e ter afinidade com o Rio e o Brasil, o lar de Bianca ainda é Paris. “É onde cresci, então é minha casa”, ela justifica – e quando começa a falar sobre a Cidade Luz, ela não perde tempo e divide com a gente alguns de seus hotspots favoritos da capital francesa.

“Como é bem próximo de onde eu moro, eu sempre tento ir no Café the Flore, mas ultimamente eu tenho ido mais à casa de amigos, ao invés de me divertir saindo e descobrindo novos lugares. Na verdade, recentemente, eu tenho ido ao La Belle Époque, um restaurante bem legal. Para reuniões de negócios, meus lugares favoritos são The Bristol ou o Park Hyatt”.

É bem provável que esses dois lugares tenham visto Bianca com frequência nos últimos tempos, julgando pela constante colaboração da modela com muitos designers, estilistas e marcas escolhidas à dedo. A musa trabalhou bastante e frequentemente em Jobs com mais visibilidade. Verdade seja dita, “ser vista” não é o objetivo da modelo. O que ela deseja é a satisfação pessoal e fortalecer relacionamentos que podem tonar-se sólidas e frutíferas e parcerias.

Apesar de tentar outras áreas e atuações diferentes, essa jovem mulher continua sendo uma modelo, mesmo que não tenha a intenção de focar sua carreira nas passarelas nos próximos anos. “Eu prefiro estudar projetos que me interessam”, sem se prender a etiquetas ou fazer promessas. A liberdade que ela aplica em seu discurso é um mero reflexo das ideias e atitudes de Bianca, que às vezes podem ser mal entendidas. As pessoas atribuem à ela a ideia que ter filhos antes de se casar é o jeito de moderno de viver. Sua real opinião, no entanto, é bem longe disso. “Eu não acho que ter filhos antes de casar é moderno, nem acho que você tem que se casar pra ter filhos – o que é diferente”, ela explica.

Mas, antes de as pessoas dizerem que ela está se preparando para a maternidade, ela diz: “Pessoalmente, eu vou saber exatamente quando eu estiver pronta para me tornar mãe”. A vida, que até agora é uma aventura de uma só pessoa para Bianca, garante grande autonomia quando se trata de decidir e planejar seus dias bem equilibrados – mesmo que às vezes eles acabem sendo mais sobre trabalho e, às vezes, sobre diversão, como encontrar seus amigos ou ir ao cinema – uma das atividades favoritas da modelo. “Eu assisto filmes para me entreter e ser transportada para um mundo completamente diferente. Essa é a razão pela qual eu amo clássicos como ‘Bus Stop’, ‘E.T.’e ‘Edward Scissorhands’”, ela diz.

Se a excentricidade do personagem de Johnny Depp na tela entrasse na vida de Bianca, ele provavelmente seria Rémy Faure, seu hair stylist, um expert em coloração e parte do time afiado do David Mallet Studio. Com o toque do expert, Bianca estabeleceu um tipo de ritual para manter seu cabelo perfeito. “Eu sempre tento aplicar o Kérastase Bain Stain e eu guardo um dos óleos de David Mallet para as pontas – eu dobro a dosagem quando tomo sol”, ela confessa. Seus cuidados diários com o cabelo é uma parte pequena de sua rotina bem rígida, que ela criou para se manter em seu corpo de 1,77 m.

“Existem algumas coisas essenciais durante meu dia, como um copo de água quente e suco de limão fresco com sementes de extrato de grapefruit. Eu tomo toda manhã, ininterruptamente. Um café da manhã reforçado e algum tipo de atividade física completa a lista”.

No entanto, já que ela é um ícone fashion, obviamente suas coisas preferidas são na moda. Não demora muito para Bianca aparecer com uma lista dos itens preferidos de seu guarda-roupa. O casaco da The Balmain Couture, desenhado pelo estilista Oscar de La Renta, divide o topo com o bracelete dourado adornado com um trevo-de-quatro-folhas. A jóia que ela usa em seu pulso, no entanto, tem muito mais valor sentimental, já que foi presente de sua avó, que deu à ela em 1995.

Sua proximidade e admiração pelas mulheres de sua família definiram quem foram os primeiros exemplos de Bianca. Elas também foram quem apresentaram à ela o mundo da alta costura e da indústria da moda. As regras de sua vida derivam de suas memórias da infância e dos conselhos que ela recebeu enquanto crescia – e a modela é extremamente grata por todos eles.

E como ela acredita que compartilhar é um dever, a modelo ítalo-francesa nos dá três dicas fundamentais: sempre tenha um espelho de corpo inteiro em sua frente; mais é menos, especialmente quando se trata de cabelo e maquiagem, se vista com dedicação, mas tente não exagerar.

É fácil perceber que o estilo (e a vida) de Bianca não é sobre ser a mais. No entanto, sempre há exceções, e ela admite que se julga demais. Afinal, fazer exatamente o que você quer nunca é o bastante.

PH: @tyszka_marcin

Entrevista para a capa da Lifestyle Mag, antigo nome da Claur Magazine

WordPress database error: [Table 'byclaur_claurprod.clau_mk_newsletter_data' doesn't exist]
select * from clau_mk_newsletter_data where status = 'publish'