NET-A-PORTER Limited

Fernanda Neute

Translate:

A entrevista abaixo faz parte do nosso Podcast Chats by Claur, apresentado por Clau Ribeiro Bernstein. Você pode ouvir essa conversa na íntegra pelo Spotify e iTunes

A Ressignificação de Morar em New York

@feneute

“Eu conheci um lado bom de ficar em casa que eu não conhecia”

Fernanda

Para muitos, morar cada hora em lugar pode parecer um pouco desconfortável, só que para ela – uma verdadeira digital nomad – foi difícil parar em um lugar só. Não é uma surpresa, que ela escolheu a cidade que nunca pára, que nunca dorme.


CR: Como foi o começo da sua nova vida em NY?
FN: Eu sempre amei conhecer novos lugares e principalmente restaurantes porque eu gosto muito de gastronomia então eu comecei a anotar tudo em uma agenda que eu queria fazer, eu reservava mesa com antecedência e as vezes eu ia sozinha mesmo, o meu marido não gosta tando quanto eu de restaurantes. A minha prioridade sempre foi aproveitar ao máximo o que eu podia e fazer valer a pena nova iorque.

CR: O que muda pra você na sua casa em NY?
FN: No atual momento eu conheci um lado bom de ficar em casa que eu não sabia. Não esta legal ficar do lado de fora.

CR: Qual é a parte ruim de morar em NY?
FN: É tudo muito caro!

CR: Por que você escolheu NY?
FN: Porque aqui é uma cidade muita aberta para os imigrantes é uma cidade muito internacional e acolhedora e por isso a gente conhece uma quantidade enorme de pessoas novas de diferentes partes do mundo. Também o fato de ter vôo direto pro Brasil me agrada muito.

“Hoje eu prefiro pensar muito mais na causa das coisas. Se meu cabelo está caindo, eu vou usar um shampoo anti-queda? Não. Hoje quero ver o porque o meu cabelo está caindo… Antes eu cuidava só do sintoma e não da causa do probema”

Fernanda

CR: É difícil encontrar trabalho em NY?
FN: Sim. É a maior furada acreditar que é fácil encontrar trabalho aqui. Se você tiver já uma proposta de trabalho antes de se mudar ok mas mesmo assim a competitividade é enorme.

CR: O que a Fernanda do passado falaria para a Fernanda do presente?
FN: Cuida da sua saúde! Hoje em dia eu procuro muito mais saber a causa das coisas para poder tratar. Se meu cabelo está caindo, eu vou usar um shampoo anti-queta? Não. Hoje quero ver o porque o meu cabelo esta caindo.

CR: Como foi o seu processo para construir uma nova carreira?
FN: Tive que procurar um propósito no trabalho e fico feliz de ajudar as pessoas a serem mais felizes com o meu canal. Mas não tem mágica, não vamos ser felizes o tempo todo.

CR: Quanto custa em média para morar e NY:
FN: 4 mil dólares livre por mês mas depende também do estilo de vida, esse valor é para o básico.

CR: O que mais sente falta do Brasil?
FN: Só da minha família e mais nada.


Fotos: Cortesia Fernanda Neute