Shop NET-A-PORTER Limited Shop fall/winter ’20

Leandra Medine

Ser dona do seu próprio negócio requer anos de determinação, foco e tenacidade. Inteligente, versátil e ambiciosa, o sucesso de Leandra Medine e seu site  Man Repeller, é apenas um reflexo de sua autenticidade e dedicação interminável. 

The Man Repeller

menrepeller.com @leandramcohen

‘Descobrir sua própria felicidade requer se enfrentar com sinceridade, frequência e estar disposta a deixar para trás o que sabe para aprender o que não sabe. ‘

Liderando o mundo da moda com seu site man repeller e agora curtindo a fase mais importante de sua vida — a maternidade — leandra medine está no topo do mundo. mãe, businesswoman e fashionista, a blogger divide suas conquistas e a fórmula para começar, comandar e manter um negócio de sucesso.

Qual é a missão mais importante do Man Repeller e por que? 
LM: É uma dupla missão: por um lado, o Man Repeller tem como objetivo fazer com que as mulheres se sintam menos sozinhas e mais compreendidas, especialmente porque quando eu era mais nova eu não tive alguém me dizendo que estava tudo bem em ser do jeito que eu era — o que me levou a acreditar que, para ser alguém no mundo, eu tinha que me conformar com normas que realmente não me definiam nem me permitiam que eu me expressasse com naturalidade e clareza. Conquistar seus objetivos e sentir orgulho das nuances que definem nossas identidades e vulnerabilidades, são realmente o ponto crucial do compromisso da Man Repeller com suas leitoras. A moda é simplesmente um canal para fazer isso possível.

Como seu relacionamento com a moda mudou depois que também virou seu trabalho?
LM: Honestamente, não mudou muito. Eu sempre fui uma grande admiradora da moda em geral e de todos os estilos, e a única coisa que permaneceu a mesma ao longo da minha carreira é o quanto eu amo roupas.

Você tem um site incrível que cresceu muito rápido em poucos anos; um livro, e parcerias com marcas extraordinária. Quais são seus projetos pro futuro? Parece que existe sempre uma ênfase no que vem a seguir, no próximo plano, porque sempre deve haver algo novo?
LM: Como você disse, meu site cresceu muito em apenas alguns anos, então eu acho que agora é o momento de garantir que todo esse crescimento valeu a pena, que estamos fazendo tudo de forma adequada e eficiente e que nosso público ainda está tão engajado quanto estava no início.

O New York Times fez uma matéria sobre você seis meses depois do lançamento do seu site e em apenas alguns anos o Man Repeller ganhou uma enorme quantidade de leitores. Como você lidou com essa reação positiva?
LM: Eu fiquei extasiada. Foi extremamente emocionante, viciante, e eu recebi a oportunidade de braços abertos.

O Man Repeller sempre fala sobre estar confortável na sua própria pele, não só no quesito de moda e estilo, mas na vida em geral. Qual é o seu conselho para as pessoas a procura do que realmente as fazem felizes?
LM: Descobrir sua própria felicidade realmente requer que você se enfrente com muita sinceridade, com muita frequência e que esteja disposta a deixar para trás o que sabe para aprender o que não sabe.

‘As três facetas mais importantes de começar um negócio de sucesso incluem de quem você se cerca e as pessoas que contrata, o nível de foco que você é capaz de manter, que deve ser afiado mas sem visão em túnel para que você esteja atento aos seus arredores, e muita, muita disciplina.

Qual foi a melhor lição que você aprendeu depois que abriu seu próprio negócio?
LM: As três facetas mais importantes de começar um negócio de sucesso incluem de quem você se cerca (as pessoas que você contrata), o nível de foco que você é capaz de manter (deve ser afiado, mas isso não significa que você deve ter visão em túnel, esteja sempre atento ao seus arredores) e disciplina.

Qual conselho você daria para alguém que está começando no mesmo caminho?
LM: Há muito preconceito em torno de mulheres lançando seus próprios negócios hoje em dia, como se você não pudesse ter sucesso ao menos que você seja uma CEO, e isso parece extremamente oco para mim — você pode absolutamente encontrar sucesso e sentir-se empoderada sem estar comandando seu próprio negócio. Ser dona do seu próprio negócio não é para todo mundo, e isto não é um problema.

Você tem um destino de viagem favorito? Se sim, aonde e porque? Quais são as melhores dicas para visitar este lugar?
LM: Para as férias: St Barths na primavera quando está mais calmo; a ilha é muito boêmia e a sensação é muito francesa, apesar de estar a apenas três horas de Nova York. A comida é deliciosa, as compras são boas e o estilo de vida é tão fácil que você provavelmente poderia fugir sem empacotar nenhum sapato. Para mim, o verdadeiro teste para ver se você está realmente de férias, é quanto tempo você pode ficar sem usar sapatos.

Na sua opinião, quais são os melhores e os piores lados do impacto das mídias sociais em nossa sociedade?
LM: O melhor: todo mundo tem uma opinião que vale a pena. ser ouvida. O pior: todo mundo tem uma opinião que vale a pena ser ouvida.

Como você define seu lifestyle?
LM: Nos últimos 5 anos, extremamente agitado — como se eu estivesse constantemente pegando bolas que eu não quero deixar cair, ou me machucando invés de deixá-las cair. Muito mais reativo do que intencional, mas estou tentando mudar isso.

Quais são alguns dos seus spots favoritos em NY para comer, fazer compras e se divertir?
LM: Sant Ambroeus (para um croissant) na Lafayette Street, Maman (para um chá matcha e um café) na Broome Street, Sobaya (para noodles Japoneses) no East Village, Temple Bar (para um drink) na Bleecker Street, Totokaelo (para comprar Dries van Noten em Downtown) na Crosby Street, Forty Carrots (para um froyo) também na Crosby Street.


Photo: Pedro Arieta
Creative Direction: Claudia Ribeiro Bernstein